Filme de Demon Slayer bate recorde histórico na estreia!

Que Demon Slayer bate recorde atrás de recorde a cada nova publicação do Geração Anime você já deve estar cansado de saber. Mas quebrar recordes de cinema mesmo com uma pandemia é novidade!

O filme Demons Slayer – Mugen Train (ou Kimetsu no Yaiba – Reesha-Hen em japonês) estreou no último fim de semana e, mesmo com a pandemia de COVID-19 causada pelo novo coronavírus, se tornou a maior estreia de todos os tempos da história do Japão no cinema.

O filme arrecadou 4.623.117.450 ienes (cerca de 240 milhões de reais) entre os dias 16 e 18 de outubro. Em números brutos (sem correção monetária), o filme já entrou para a história do cinema japonês logo em seus primeiros dias.

O filme adapta o arco do mangá do Trem do Infinito, história que começa logo após o fim de onde a primeira temporada do anime finalizou, tornando o filme parte do cânone animado.

O filme tem previsão de estreia em 2021 nos EUA pela Funimation e tem chances de vir para o Brasil.


Fonte: Jbox e Suco de Mangá


SOBRE DEMON SLAYER: KIMETSU NO YAIBA

Criado por Koyoharu Gotouge, Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba é um mangá publicado na revista antológica Shonen Jump, da editora Shueisha desde 15 de fevereiro de 2016, somando 208 capítulos em 23 volumes tankobon compilados.

A história se passa no Período Taisho da história do Japão, quando Tanjiro Kamado, um garoto bondoso e inteligente que vive junto com sua mãe e seus irmãos, descobre que toda sua família fora atacada por demônios, sendo que uma de suas irmãs, Nezuko, a única que sobreviveu ao ataque, se tornou um demônio! Tanjiro decide então se tornar um caçador de demônios e, com a ajuda de Nezuko, passa a sair em jornadas pelo Japão a fim de impedir que a mesma tragédia que afetou sua família aconteça com outras pessoas, enquanto que ele busca uma maneira de tornar Nezuko humana novamente.

Um anime com 26 episódios foi produzido pelo estúdio Ufotable e exibido no Japão em 2019. Um filme que dá sequência ao anime será lançado em outubro de 2020.

No Brasil, o mangá é publicado pela Editora Panini e o anime transmitido pela Crunchyroll (com legendas em português).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *